Você sabe o que é a mentoria reversa? Entenda!


10 Oct
10Oct

Contar com o apoio de um profissional experiente para ajudar no desenvolvimento de habilidades e crescer na carreira é fundamental. Mas você sabia que os iniciantes também podem inspirar aqueles que já têm muitos anos de estrada? Essa é a mentoria reversa.

A prática está cada vez mais comum dentro de pequenas e grandes empresas, pois dá voz a talentos em início de carreira e promove a troca de conhecimentos entre líderes e liderados. O resultado dessa inversão de papéis pode ser visto no engajamento da equipe e nos resultados do negócio.


O que é mentoria reversa?

A mentoria é um processo de transferência de conhecimentos em que um profissional experiente auxilia o mais jovem. Essa prática pode substituir treinamentos corporativos, formar empreendedores de sucesso e até ajudar na recolocação no mercado de trabalho.

Contudo, na mentoria reversa, o caminho é contrário: é o colaborador iniciante quem ajuda o mais experiente. Essa é uma oportunidade de crescimento para ambas as partes, pois promove uma rica troca de experiências.

Quando fazer esse tipo de mentoria?

Sempre! Além de melhorar o entendimento que o gestor tem sobre a sua própria equipe, a inversão de papéis também ajuda no desenvolvimento de competências dos líderes. Funcionários jovens, geralmente, têm facilidade para lidar com tecnologias e podem orientar os gestores nesse sentido.

No entanto, a tática não se limita a ensinamentos relacionados a carreira digital. Os profissionais de gerações recentes são mais dinâmicos, criativos, ágeis e inovadores. Essas são novas práticas do mercado que os trabalhadores maduros precisam adotar em sua rotina.

Quais são as vantagens da mentoria reversa?

Essa é uma questão estratégica. Aplicar a metodologia contribui para fechar lacunas geracionais e melhorar a performance da equipe. Veja quais são os principais benefícios da técnica.

Promove a diversidade de ideias

Essa é uma forma de aumentar a integração entre os colaboradores. Com isso, é possível unir as habilidades e competências de diferentes gerações para proporcionar melhores resultados para o negócio.

Quando um time é formado por pessoas diversas, a empresa obtém vários olhares sobre o mesmo problema. Essa riqueza de ideias tem como consequência soluções mais criativas e inovadoras.

Auxilia na atualização profissional

Quem se formou há mais de 20 anos, por exemplo, pode ter aprendido técnicas e metodologias bem diferentes das que são utilizadas hoje em dia. Logo, reciclar conhecimentos e habilidades para manter-se a par das práticas recentes da área é essencial.

Um colaborador em início de carreira ajuda na atualização dos profissionais experientes, pois leva para as empresas o que há de mais novo no mercado. Todas as partes ganham com essa troca.

Aumenta o engajamento e a motivação em projetos

Com a estratégia, os colaboradores inexperientes ganham voz ativa. Isso gera uma sensação de pertencimento e os profissionais se sentem valorizados. Assim, toda a equipe se empenha mais nos projetos com o objetivo de mostrar resultados para a empresa.

A mentoria reversa ajuda na atualização dos profissionais mais experientes e contribui para o amadurecimento de jovens em início de carreira. Afinal de contas, a tática promove uma rica troca de conhecimentos entre pessoas de diferentes gerações. A união das habilidades de colaboradores iniciantes e maduros formam equipes de alta performance.


Fonte:  HSM

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.